AUTO{psico}TERAPIA (P)


 

mario-70

Manual explicativo, resumido, conciso e ordenando com todos os procedimentos necessários para que cada um faça a sua psicoterapia de forma expedita, cómoda, económica, independente e autónoma.

Após as primeiras semanas de treino, a autoterapia pode ser praticada à hora de dormir e até durante o sono, podendo ter pouca intervenção do psicólogo e com um dispêndio mínimo de tempo e dinheiro.

Destina-se a resolver alguns problemas psicológicos, orientando sistematicamente os passos necessários para uma recuperação ou remissão total e até profilaxia e prevenção, podendo servir também para a melhoria do desempenho.

A metodologia utilizada, relaciona-se essencialmente com a Imaginação Orientada (IO) baseada na Terapia do Equilíbrio Afectivo (TEA), apoiada pela autohipnose, para a análise psicológica regressiva no sentido da Logoterapia, proporcionando uma reestruturação cognitiva para a modificação do comportamento no sentido desejado. 

Engloba duas provas, de autoconhecimento e de autoorientação, que ajudam a pessoa a conhecer-se melhor e a orientar-se no futuro, para corrigir e melhorar o seu comportamento, obtendo resultados cada vez melhores.

Enfim, pode muito bem ser um modo de evitar desequilíbrios, muito frequentemente verificados, e que têm conduzido até ao suicídio, homicídio ou a actos tresloucados. Prevenir é sempre melhor do que tratar, mas sofrer, muitas vezes, os efeitos nefastos da dependência aos medicamentos com todos os efeitos secundários ou coletarais, é insuportável e inadmissível. 

Este livro está seccionado em três partes.

Prólogo
1ª parte       Registo de Autoavaliações
Relaxamento Muscular
Relaxamento Instantâneo
Diário de Anotações
Autoanálise
Relaxamento mental
Imaginação Orientada
2ª parte     Continuação da AutoTerapia
E no futuro?
Prevenção e Profilaxia
3ª parte    Provas de autoconhecimento
Resumo do Conteúdo das Obras Indicadas
Bibliografia
Anotações

A primeira parte, que termina no capítulo “Imaginação Orientada”, destina-se essencialmente a quem deseja tentar resolver rapidamente o seu problema sem se importar com uma recaída futura.

A segunda parte, a iniciar no capítulo “Continuação da AutoTerapia”, é dedicada aos que desejam resultados sólidos e duradouros e querem ficar prevenidos pensando no futuro.

A terceira parte, a começar nas “Provas de Autoconhecimento” e continuada com o “Resumo do Conteúdo das Obras Indicadas”, fica reservada a quem pretende ajudar-se a si próprio, conhecendo-se bem, além de proporcionar um bom ambiente à sua volta, difundindo os novos conhecimentos adquiridos, bem como as experiências vividas.

Por fim, as Anotações relembram sequencialmente tudo o que é necessário nos procedimentos a adoptar, para uma boa recuperação e divulgação desta técnicaexperimentada e utilizada sistematicamente desde 1980, com óptimos resultados.

Contudo, exige uma boa colaboração do próprio e algum treino de relaxamento mental, mesmo à hora de dormir, porque muito do que acontecer pode ocorrer durante o sono.  

Embora grande parte da matéria contida resumidamente neste livro, tenha sido quase toda explanada em várias publicações englobadas nos 17 volumes da BIBLIOTERAPIA, a sua conglomeração neste livro, em menos de 40 páginas úteis para a prática do indispensável, destina-se a coordenar, ordenar e resumir o essencial numa psicoterapia orientada por cada um.

(Centro de Psicologia Clínica), ISBN 978-972-725-032-5;
14×21 [cm] / 76 páginas, 10,00 € 

Pode ser recebido à cobrança pelo correio.

Envie e-mail para: [mariodenoronha@gmail.com] 

**********************************

Razão da mudança do título inicial:

Antes de tudo, eis uma explicação da mudança do título deste livro, de «AUTOTERAPIA (psico) PARA TODOS», para «Auto{psico}Terapia».
A razão é muito simples e agradecemos os muitos comentários que nos foram feitos verbalmente ou por escrito para esta mudança.

A «AUTOTERAPIA» de que falamos, não pode ser para «TODOS», porque nem todos sentem que estão descompensados e, às vezes, negam-no ostensivamente – e até sentem isso −, tal como aconteceu inicialmente com a Cristina (L) e o Júlio (E): eles “não eram malucos”.
A Autoterapia exige que a pessoa reconheça que está descompensada e que necessita de ajuda ou que deseja melhorar o seu desempenho.
Além disso, tem de se compreender o modo como o comportamento humano funciona e, por isso, existem os livros necessários na colecção da Biblioterapia (Q).
A pessoa necessita de treinar o suficiente, com muita persistência para poder atingir um resultado satisfatório e eficaz.
Também tem de se tornar autónoma e independente para conseguir ultrapassar as dificuldades que «normalmente» irá ter de enfrentar, sem ajuda ou com o mínimo indispensável (B).

Por isso, o título foi encurtado e o {psico} foi encaixado em letra mais pequena e entre chavetas para realçar que o comando de tudo isso se situa na «MENTE», «CABEÇA» ou «PSIQUÉ», local onde todas as recordações são, a maior parte das vezes, dissimuladamente escondidas num canto muito escuro e mal arrumado, às vezes, cheio de teias de aranha.
Uma boa psicoterapia exige que esse «sótão» seja devidamente vasculhado, escrutinado, compreendido, limpo, analisado e arrumado (causas) para que as ordens que daí emanarem possam alterar os comportamentos (efeitos) que nos transtornam a vida ou que não nos interessam.

Por fim, a Autoterapia não é só para «malucos» mas também para pessoas que se querem manter equilibradas ou melhorar o seu desempenho.

Posso garantir que a pratico há 40 anos, só a parte de Imaginação Orientada (J) utilizando apenas os primeiros 3 a 5 minutos todas as noites, à hora de dormir.

Foi isso que me incentivou a dar esta explicação.

**********************************

Nota Explicativa:
Para uma pessoa  que deseje, de facto, fazer uma autoterapia, é essencial que siga as indicações apresentadas neste manual, leia bastante daquilo que está indicado e, em especial na BiblioTerapia (Q) dispondo-se a fazer os exercícios necessários, mais ou menos durante 1 hora no primeiro mês. Depois do treino inicial, 5 minutos antes de ir para a cama, são o suficiente para que os condicionamentos adquiridos funcionem  e a «cabeça» ou a mente vá «trabalhando» durante o sono para mudar muita coisa na vida, no sentido desejado.
A leitura é essencial para se compreender os mecanismos do funcionamento do comportamento humano, isoladamente e em sociedade,  a fim de utilizar os condicionamentos a que ficamos sujeitos, com o proveito que deles podemos tirar.  Também serve para compreender e verificar de que modo muitas outras pessoas conseguiram melhorar o seu equilíbrio emocional, a sua interacção familiar e social e o seu desempenho profissional.
O treino é essencial para se conseguir atingir o relaxamento mental, sem quaisquer posições especiais, em qualquer momento e sem perda de tempo. Para isso, é necessário que haja persistência e prática inicial, sem desistência, apesar dos primeiros desencorajamentos, absolutamente normais na maioria dos praticantes.arvore-2
Depois do automatismo adquirido com o treino inicial, todo este processo vai-se passando durante o sono, dando-nos uma vida melhor e uma
visão mais clara da realidade. Para isso, a pessoa também necessidade de ter humildade suficiente, objectividade, honestidade e clareza de raciocínio para reconhecer as suas falhas
(causas), que serão descobertas na análise profunda ocorrida durante as recordações do passado. Através disso, podemos aprender com os erros cometidos (causas) e descobrir formas de os evitar no futuro ou arquitectar maneiras  de

ultrapassar situações semelhantes (efeitos) ou ainda mais gravosas, que são quase sempre inevitáveis no nosso dia-a-dia. A autohipnose, a análise psicológica, o treino inicial, o diário de anotações  e os condicionamentos servem para tudo isso. Por isso, as leituras são essenciais e podem ser feitas a qualquer momento e nas mais diversas circunstâncias e locais.

Veja também todos os comentários e os links associados.

Conheça os livros consultando todos os posts que têm a descrição completa de cada um.

A utilização de cada livro em casos individuais pode ser obtida com a consulta do
post HISTÓRIA DO NOSSO BLOG – sempre actualizada.

Para adquirir os livros que escolher, clique aqui.

Veja o Relatório Anual de 2012 para este blog.

Anúncios

6 comentários

Filed under Psicologia

6 responses to “AUTO{psico}TERAPIA (P)

  1. Geo

    Pena mesmo. Não consigo controlar meu transtorno. E na minha cidade não há psicólogos que possam me ajudar. Estou sozinha nisso.

  2. Alexandra Cordeiro

    Pena não reeditarem

  3. Anónimo

    É pena de este livro não esteja à venda para uma aquisição fácil e rápida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s